Coisas que você precisa saber antes de ir para o Peru

Roteiro pronto, passagens em mãos e hotéis reservados? Se liga então nas dicas e informações importantes que temos para você antes de embarcar ao Peru. 😉

– Independente do que a previsão do tempo diz leve roupas para o frio e calor;

– Altitude potencializa o efeito do álcool. Pegue leve!

Placa com informação da altitude em Cuzco

– O país é relativamente perigoso. Saiba andar com câmeras e guarde o dinheiro em local adequado!

– Faça malas compactas, simples e objetivas.

– O padrão de higiene do Peru não é igual o brasileiro. Atenção ao que se come.

– É comum o turista ter diarreia por causa da adaptação à culinária. Esteja preparado.

– Leve remédio para diarreia, estômago, dor de cabeça e relaxante muscular.

– Levar uma mochila extra dentro da mala para fazer o percurso do Vale Sagrado e Machu Picchu.

De mochila em Machu Picchu | Peru

– Leve protetor solar.

– Leve roupas leves e tênis. Esqueçam os saltos e sapatos mais invocados. Você não vai precisar deles.

– A diferença de altitude pode causar desconforto, especialmente no primeiro dia. O mal estar pode ser amenizado com chá de coca, que é oferecido gratuitamente em hotéis e restaurantes.

– A todo momento crianças e adultos nativos chegam a você com lhamas e figurinos típicos, pedindo moedas em troca de fotos. Não ouse tirar uma foto sem dar uma propina. Eles poderão com palavrões.

Nativos pedindo ajuda em Cuzco

– A folha de coca é legal no Peru, mas não tente bancar o espertinho querendo entrar com isso no Brasil.

– A altitude desidrata. Lembre-se de tomar muita água.

– Leve repelente. Será necessário na região do Vale Sagrado e em Machu Picchu.

– Atenção nas ruas. O trânsito é confuso, algumas ruas não têm calçadas, há muitos becos…

Trânsito em Lima | Peru

– O tremor de terra leve é comum na região. Esteja preparado e não se apavore.

– Não se esqueça do certificado de vacinação contra febre amarela. Nem sempre pede, mas é melhor prevenir.

– O período de chuvas no Peru é entre outubro e abril.

Chuva no Valle Sagrado | Cuzco - Peru

– Barganhe e negocie antes de fechar qualquer negócio. Você irá conseguir pelo menos 30% em cima de tudo que for adquirir, principalmente os táxis e souvenirs. Mesmo que você não saiba e nem tenha paciência, desdenhe, fique calado, pensativo, com cara de dúvida. Só com esse comportamento, você já consegue alguma redução no preço.

Informações Adicionais

Gostou deste post? Não deixe de ler os demais publicados sobre nossa viagem ao Peru:

Peru em 5 dias: Lima, Cuzco, Vale Sagrado e Machu Picchu

Lima em 24 horas

City Tour em Cuzco – Os sítios arqueológicos

Como organizar uma viagem ao Peru

Comprando o ingresso para Machu Picchu

De trem para Machu Picchu

O Vale Sagrado dos Incas

Compartilhe este artigo!

Comentários

  1. Pingback: Como organizar uma viagem para o Peru | Across The Universe

  2. Pingback: Peru em 5 dias: Lima, Cuzco, Vale Sagrado e Machu Picchu | Across The Universe

  3. Pingback: Um dia no Valle Nevado | Across The Universe

    • Elder,
      obrigado pela visita e por compartilhar essa informação conosco. 😉

      • Quero ir ao Peru para desenvolver um trabalho por lá, adorei as dicas, minha empresa está se expandindo para o Peru e México! Procuro pessoas corajosas que queira começar um trabalho por lá, tanto homens e mulheres! Interessados que goste do País me mande um e-mail : psicopedagogamonique.mr@gmail.com

  4. Quintiliano
    17 maio 2013

    Aqui estou em lima, e o que acho super interessante e recomendo nao so para vir aqui, mas a qqrr lugar que vc for viajar visitar etc… É sempre ler a historia do lugar onde voce vai visitar! Sempre!!! Sao muitas informacoes que vao te deixar extasiado, mas enriquecido do q vc so chegar e ver o lugar. Sempre o q nao pode faltat é a guia local. Se sabe ler escutar o espanhol no caso aqui em lima, fica perfeito!!! Vale a pena muito pagar um guia turistico, pagar um pouquinho a mais. So tem q ficar esperto com os atravessadores de agencia.

  5. Pingback: City Tour em Cuzco – Os sítios arqueológicos

  6. Pingback: De trem para Machu Picchu

  7. Ney Rodriguez
    27 dez 2013

    Estou indo para Lima em janeiro. Pretento ir fazer testes nos clubes de futebol de lá. Moro em Rio Branco no Acre, já sou jogador profissional aqui, mas as chances de ser visto são poucas. Vou para Lima confiante sempre! Se tiver alguém aqui que possa me dar uma força e que conheça alguém envolvido com futebol no Peru, me passe um email neyr.2012@hotmail.com. Agradeço a atenção de todos.

  8. Felipe Dias
    02 jan 2014

    Pretendo ir ao Peru em Março/Abril/Maio(por um desses meses). Gostaria de ter uma idéia do custo total de viagem.
    Obrigado!

  9. Lusiana Marangoni
    25 fev 2014

    Olá.
    Estou programando minha viagem para Agosto, pois li que é um mês muito legal para ir à Machu Picchu. Gostaria de saber mais sobre os efeitos da altitude e como são os quartos de hoteis, pois tenho renite alergica e queria saber se sao arejados…..e a comida , como é?? E roupas, qual o tipo de roupa levar??/

    Bjssss

    • Oi, Lusiana. Os efeitos da altitude são diversos. Eu não senti nada grave, mas uma moleza e canseira são sintomas certos! Eles costumam oferecer chá de coca em qualquer bar, restaurante, museu… tudo! Dizem que diminui os efeitos. A comida tem um tempero diferente e muitos suspeitam da qualidade da água. Mas particularmente nosso grupo (viajamos em 4 pessoas) amou todo e qualquer tipo de comida que experimentou. Eu mesma voltei apaixonada pela culinária peruana. Sobre os hoteis, não vi nada de ruim nos que ficamos. O de Cuzco mesmo era muito bom (falamos dele nesse post http://acrosstheuniverse.blog.br/peru-em-5-dias-lima-cuzco-vale-sagrado-e-machu-picchu/). Sobre as roupas, sugiro que vc leve tanto roupas de frio, quanto para o calor, pois o clima é bem incerto nessa região.

      No mais, boa viagem!

    • Wagner Lyra
      31 ago 2014

      Roupas: Não vá com casacos de frios pesados, se é que me entende? As vezes faz frio e também um calor insuportável. Para que você não tenha que carregar durante seu trajeto a Machu Picchu um casaco pesado, o melhor é um casaco leve e que lhe vá dá condições. Águas e água potável a todo tempo. Altitude desidrata. Tome bastante água potável ou mineral. Comida: a mais leve que você possa comer. Encher o estômago de comida pesada vai fazer você enjoar e cansar durante a viagem. Frutas é uma boa pedida, mas lave elas bem. Protetor solar é essencial, assim como repelente para mosquito. Agora uma coisa muito e muito importante… leve papel higiênico suficiente para o passeio e algumas roupas de troca.

  10. Mariana
    10 jun 2014

    A folha e chá industrializado de coca podem embarcar para o Brasil, sim! As folhas utilizadas no combate ao soroche são de qualidade diferente daquela que passa por vários processos químicos e de refino para tornar-se produto ilícito. Eu mesma tenho em casa e as trouxe da Bolívia; e na Feira Kantuta, em São Paulo é possível comprá-la.

  11. Wagner Lyra
    31 ago 2014

    Estive em Cusco nos anos 70 e 80, quando ainda tinha 16 para 17 anos de idade. Naquela época não existia tanta confusão para chegar a Machu Picchu, Aguas Calientes e a cidade sagrada. Acredito que hoje o bicho pega. Vivi boa parte de minha adolescencia em alguns paises da America Latina. Então vou dar um conselho de irmão. Não coma nada crú. Coma legumes cozidos, carnes fritas e ao colher uma fruta qualquer, lave ela como sua vida estivesse em jogo. Pegar um protozoário ou uma ameba em férias não é uma boa pedida. O povo é maravilhoso e humilde. Trate-os como se fossem de sua família e com carinho. Não retire de seu vocabulário “mi amor”, “mi vida”, “mi corazón”, “gracias”, “muchas gracias”, “me gustou mucho”, “hasta luego mi amigo”, etc… Cortesia abre portas, e vale a pena ser cordial com as pessoal. Se você não gostar de alguma coisa, evite criticar ou fazer comparações com o nosso Brasil. Eles não gostam e é super indelicado com pessoas sofridas e humildes como as peruanas. O povo é amável. Mas tenha cuidado! Assim como no Brasil, existe pessoas mal intencionadas. Saiba distingui-los. Em geral, os peruanos são um amor de povo.

  12. Wagner Lyra
    31 ago 2014

    Em julho de 2015 estou organizando uma viagem por terra, que começará em Brasília/DF até Quito/Equador. A viagem de ida e volta, mais ou menos deve dar uns 14.500 km. Passarei por Aragarças/GO, Cuiabá/MT, Vilhena/RO, Porto Velho/RO, Rio Branco/AC, Assis Brasil/AC, Puerto Maldonado/Peru, Cordilheira dos Andes, Cusco, Juliaca, Arequipa, Nasca, Lima, Guayaquil e Quito. Se algum casal responsável e aventureiro queira fazer parte da equipe, estamos dispostos a conversar. Acredito, por experiência, uma viagem dessas fica em U$D 950 dólares por pessoa, incluindo combustível, hotel e comida. Vamos em um sedan da Nissan, modelo Sentra, ano 2015. Só ouro!

  13. Daiane
    04 set 2014

    Ola! Quero fazer uma breve viagem para o Perú- Lima. e gostaria de saber se preciso de passaporte ou algum outro tipo de documento para entrar no país.

    • Oi, Daiane. Brasileiros não precisam de passaporte nem visto para entrar no Peru. Mas precisa da identidade (não pode ser carteira funcional) expedida há no máximo 10 anos.

    • Wagner Lyra
      05 set 2014

      O Brasil possui um tratado bilateral, que não precisa utilizar passaporte nos países Latino-americano, tais como, Paraguai, Argentina, Uruguai, Chile, Equador, Peru e Bolívia. Contudo, sua Carteira de Identidade deve ter no máximo 3 anos de expedição. Para dirigir a Carteira de Habilitação Nacional lhe dá o direito de apenas 30 dias, após sua entrada no país. Existe um seguro, quando você aluga um carro num desses países. Eu aconselho levar os dois. O Passaporte e a RG. Presenciei um brasileiro ser convidado a retornar por causa da foto da carteira de identidade. Eu fui ao Equador em junho/2014 e não tive nenhum problema. Ah! outra coisa importante. Vacine-se contra febre amarela e vá a ANVISA e retire seu certificado internacional de vacinação.

  14. Edinaldo Souza
    14 out 2014

    Gostaria de saber qual é o melhor período para se viajar para o Peru? E se vale a pena ir por agência de viagens (cvc) ou ir por conta própria ?

    • Edinaldo,
      Se você for a Machu Picchu, essa é uma região que chove muito no verão, entre novembro e março. Não aconselho ir nesta época, apesar de que fomos em Março, já no finalzinho das chuvas e não tivemos problemas. Já entre maio e setembro é bem tranquilo.. chove muito menos. Considero essa a melhor época pra ir.
      Quanto a pacotes, fomos desempacotados, por conta própria mesmo. Mas há quem não tenha paciência de montar tudo sozinho. Se você for um desses, o Hotel Urbano tem uns pacotes e promoções tentadoras pra Machu Picchu (http://oia.so/1ruDVU6) e Lima (http://oia.so/ZDJbPb). Creio que vale a pena avaliar.
      Obrigado pela visita!

  15. robsom camponogara oliari
    26 jan 2015

    ola sou de santa maria rs e estava afim de ir para o peru com minha namorada porem tenho muitas duvidas enfim quando mais procuro mais tenho duvidas,gostaria de tentar solucionar algumas delas, por exemplo quanto se gasta mais o menos só de passagem para o peru, e vai de avião para para que cidade de la, após chegada quais os procedimentos para onde ir onde ficar o passeio de trem vai de que cidade ate que cidade, e quanto custa para 2 pessoas, quanto sera necessário de dinheiro para duas pessoas incluindo avião passeios e alimentação, e qual site consigo ver os valores das passagens, obrigado mesmo pela atenção espero que nao esteja incomodando ……

  16. Marcia
    12 maio 2015

    Boa noite. Irei para Lima de 05 a 12/06 e depois para Cusco, de 12 a 19/06;
    gostaria de saber se preciso comprar com muita antecedência os ingressos para Machu Picchu, e o trem, ou se posso comprar tudo em Cusco mesmo.
    Obrigada
    Marcia

    • OI, Marcia. Eu gosto de comprar tudo antes para não ter surpresa no local. Não sei como funciona a venda na hora, mas pelo menos para subir o pico mais alto de Machu Pichu (que vc compra um ingresso diferente) eu sei que realmente tem que ser antecipado, pois há um número limitado de pessoas por que podem subir.

  17. Juliana
    08 jul 2015

    Oi , muito bom os comentarios no blog. Estou tentando alugar uma casa para morar em cuzco,se alguem puder me ajudar com informacao desde ja obrigada.

  18. Márcia Regina Melo da Silva
    03 maio 2016

    Oi, adorei as dicas, vou viajar com meu marido e filho para o Peru, fazer Machu Picchu, em julho de 2016. Gostaria de saber quando vou gastar por dia em alimentação.Sei que depende muito, mas um valor para eu ter uma ideia de quanto levar. OBRIGADA.

  19. André
    15 set 2016

    Estou querendo viajar para comprar 80 camisas no peru!!
    Estou preocupado com a chegada no brasil!! como devo fazer? dizem que a fiscalização esta em cima!
    Alguem pode me ajudar? que viajou p comprar fora me falar como foi a chegada?
    estou na duvida se mando pacotes pelo correio!!

  20. Ruy Vasconcellos
    05 dez 2016

    Gostaria de conseguir fotos de casacos de frio peruano (e custo).

  21. maria martins
    25 jun 2017

    gostaria de saber mais a respeito do que devo evitar no peru ,se e um pais seguro ,a respeito dos alimentos

    • Oi, Maria. Nos sentimentos seguros por lá. Não vimos e nem tivemos notícias de nada relacionado a insegurança. Com relação a comida… vá tranquila. É uma das melhores culinárias do mundo!

  22. Pingback: De ônibus do Rio de Janeiro direto para Cusco ou Lima | Across the Universe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *