Vinci: Na terra de Leonardo

Poucos devem ter ouvido falar de Vinci como uma cidade, e muito menos que foi ela quem deu sobrenome a um dos maiores gênios da humanidade, Leonardo da Vinci, seu cidadão mais ilustre.

Vinci ainda é uma cidade pouco explorada turisticamente por brasileiros na Itália. Talvez por ela não ter um volume maior de atrações para visitar. Mas fazendo essa analogia, Pisa também não deveria ser tão visitada como é, já que, na terra de Galileo Galilei, a Torre de Pisa é basicamente a única atração. Mas o fácil acesso via trem por Florença talvez seja uma vantagem para Pisa.

Orologio de Da Vinci

Orologio de Da Vinci

Como chegar

Visitei Vinci quando estive na Itália em novembro de 2011, para estudar italiano em Florença. Meus tios me pegaram no começo da tarde, logo após a aula e fomos de carro a Vinci. Diferente de Pisa, para ir a Vinci a partir de Florença não há linhas de trem. O que pode ser feito é quebrar a viagem, ir de trem até a estação de Empoli (30 minutos) e de lá pegar um ônibus por mais uns 30 minutos.


Visualizar Como ir a Vinci em um mapa maior

De carro são 45 km e você não levará mais do que 50 minutos. A estrada é boa, mas não dispense o GPS. Há algumas placas bem confusas até para os italianos. Meu tio se confundiu em uma delas e acabou dando algumas voltas.


Exibir mapa ampliado

Atrações

Nosso tempo em Vinci foi curto. Priorizamos uma visita a principal atração da cidade, o Museu Leonardiano, que possui o maior acervo de reproduções em madeira de engenhocas criadas por Leonardo da Vinci. Elas impressionam não só pela complexidade, mas pela quantidade. Você pode ficar por horas dentro do museu, avaliando cada obra. Todas são acompanhadas de notas explicativas ou recursos audiovisuais. Entre elas está a de uma bicicleta, invenção atribuída pelos italianos a Leonardo. Outra invenção atribuída por eles a Da Vinci é a do avião. Pobre Santos Dumont!

L'Uomo vitruviano de Da Vinci

L’Uomo vitruviano de Da Vinci

Infelizmente não é permitido fotografar. Nos contentamos em fotografar as partes externas do museu, como uma escultura com o Homem Vitruviano, famoso desenho que acompanhava as notas de Da Vinci em um de seus diários.

O museu fica no Castello Dei Conti Guidi, onde é permitido subir até a sua torre.

Escadarias da Torre do Castello Dei Conti Guidi | Vinci, Itália

Escadarias da Torre do Castello Dei Conti Guidi

O visual é fantástico, e o esforço de subida das escadarias será recompensado com o visual lá de cima.

Do alto da Torre do Castello Dei Conti Guidi | Vinci, Itália

Do alto da Torre do Castello Dei Conti Guidi

O museu fica aberto todos os dias, das 09:30 às 18:00. O ingresso custa 7 euros. Estudantes e maiores de 65 anos pagam 5 euros. Aceitam a carteirinha da ISIC emitida no Brasil.

Vinci em Imagens

Vinci é simpática e tem todo o charme inerente as cidades medievais da Itália. Se estiver em Florença, cogite uma visita. Há quem combine Vinci e Pisa no mesmo dia. Você já fez essa combinação? Compartilhe essa experiência com a gente! 😉

 

Informações Adicionais

– Site oficial do Museo Leonardiano

– Pesquisa e reserva de hotéis em Vinci no Booking.com

Pacotes All Inclusive - Com tudo incluso é muito mais gostoso!
Compartilhe este artigo!

Comentários

    • Êba!
      Valeu Natalie!
      É sempre uma honra estar lá no #Viajosfera! 😉
      Muito obrigado!

  1. Pingback: Estudar Italiano em Florença na Itália

  2. Leo
    06 maio 2014

    Olá, Marcelo!
    Estou muito interessado em ir para Vinci. Estou indo de Pisa para lá, e gostaria de saber mais sobre esse Onibus que sai de Empoli para lá!. Tens algum site de alguma companhia que faça essa rota ? Os onibus saem da estação de trem? Sabes qual é a frequencia que saem os onibus para esta rota ?

    Sua ajuda seria muito importante para o meu roteiro!
    Fico no aguardo e obrigado!

    aTT. Leo

      • Leo
        06 maio 2014

        Muito obrigado, Marcelo!
        Apenas mais uma informação.. Os tickets podem ser comprados na estação ? Não econtrei uma área no site para tal ato!

        Mais uma vez, obrigado!

      • Sim! Sempre tem um guichê da empresa ou um café onde são vendidos os bilhetes. Pode ficar tranquilo 😉

  3. Flavia
    02 jun 2014

    Conheci Vinci por uma dica no Centro de Informações Turísticas de
    Florença e não poderia ter sido melhor! Fomos de carro pois acredito que conhecer a Toscana, o melhor seja de carro. A cidade é lindamente rústica e a visita do museu + casa de Da Vinci foi emocionante! Meu pai adorou os biscoitos que reproduzem a receita da época de Da Vinci( Segundo informações)! Milagrosamente não encontrei nenhum brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *