Rio de Janeiro: Trilha da Pedra Bonita

O Rio tem Carnaval, bala perdida, gente rica na Zona Sul e favelas perigosíssimas. Essa ainda é a visão de muitas pessoas. Acredite. Mas é uma visão de quem não vive o Rio. As coisas estão bem melhores por lá. E, como todos sabem, o Rio de Janeiro continua lindo. Claro que ainda há violência, assim como há em todos os lugares do Brasil. Atenção e cuidado são indispensáveis em qualquer lugar, ainda mais para os turistas.

Mas o Rio tem belezas que a maioria das pessoas desconhece. Uma delas é a Trilha da Pedra Bonita. Lá do alto, é possível ver toda a Zona Sul, Oeste, o Corcovado, Morro Dois irmãos e favelas como a Rocinha e Vidigal. Além de ficar de cara com a Pedra da Gávea, outra montanha linda. Na Zona Oeste é possível ver toda a Barra da Tijuca e o bairro de São Conrado, praticamente nos pés do morro.

Trilha da Pedra Bonita | Pedra da Gávea e Visual Zona Oeste

A Pedra Bonita fica no Parque Nacional da Tijuca. É lá também a famosa rampa para o voo livre de asa delta, famoso na cidade maravilhosa. O Morro da Pedra Bonita tem 693 metros de altitude (prepare o corpinho, durma bem e não beba na noite anterior – como certas pessoas). A trilha tem 1.350 metros e estimativa de 35 minutos de caminhada. O caminho é quase todo de sombra na Mata Atlântica.

Trilha da Pedra Bonita | Paraglider

Encaramos o desafio no dia 1º de março de 2015, dia em que o Rio completou 450 anos. A trilha é boa e bem cuidada. Prepare o fôlego para o caminho de pedras (uma antiga estrada colonial) até a chegada da entrada da trilha. É bem íngreme. Eu sofri, mas preciso confessar que tive uma noite badalada. A Carol Martins e a Barbara Nayrol, minhas parceiras nessa trilha, subiram de boa e tiveram paciência com minhas paradas frequentes (thanks, meninas).

Trilha da Pedra Bonita | Caminho de Pedra

Apesar disso, a Pedra Bonita é considerada uma trilha de nível fácil e recomendada para toda família. Outra recomendação é a escolha de um dia com céu aberto para curtir ainda mais o visual.

Ao contrário do que eu mesma imaginava, o cume da montanha é muito amplo e é possível que uma grande quantidade de pessoas fique lá em cima por tempo indeterminado.

Não há cobrança de taxas e nem necessidade de guia para acompanhamento na trilha. Só é preciso deixar o nome dos visitantes na portaria.

Lembre-se de água e alimentos leves. Assim você pode ficar mais tempo aproveitando a paisagem. Prepare os olhos, é lindo demais. É gostoso para namorar, pra ir com os amigos e até para ir sozinho curtir um momento e pensar na vida.

Trilha da Pedra Bonita | Visual Zona Sul

Como chegar

Muitas pessoas nos alertaram sobre os perigos de acesso à entrada do Parque da Tijuca, falaram de assaltos frequentes, mas fomos corajosas e nada observamos de errado.

Você pode ir de táxi – mas dependendo do seu ponto de partida, só vale a pena se tiver em quatro pessoas. É muito chão.

Você pode ir de ônibus até uma parada perto da passarela da Rocinha e então pegar um táxi que vai acessar o primeiro estacionamento do parque – os carros comuns só podem ir até lá.

Vai gastar uns R$ 30 de táxi nesse esquema.

Nós encaramos o busão para todo o trajeto (o que significou caminhar um pouco mais da entrada do parque até os estacionamentos. Saindo de Botafogo, pegamos dois ônibus para chegar até a portaria do parque.

A Barra da Tijuca é um dos pontos mais próximos e também têm ônibus que passam na porta do parque.

Seja de carro, táxi ou bus, não perca a chance de fazer essa trilha. Vale a pena demais.

Trilha da Pedra Bonita

Roberta Luiza é jornalista, nossa amiga e companheira em várias viagens. Viajou ao Rio de Janeiro por conta própria e colaborou gentilmente com o Across the Universe. 


Siga o Across the Universe no Twitter: @acrosstheblog

no Instagram: @acrosstheblog

e curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/acrosstheblog


Cupom de 15% de desconto no Seguro Viagem

11 Comentários para "Rio de Janeiro: Trilha da Pedra Bonita"

  1. Carol Martins disse:

    A trilha é muito tranquila e o visual é indescritível! Vale a pena ir cedo, curtir a vibe do lugar e ainda pegar uma praia depois – como bem disse Roberta Luíza, São Conrado e Barra estão a um pulo da trilha.
    Para os perdidos, como nós, Google Maps arrasa nas dicas – dá certinho, pode confiar!
    Roberta Luíza, obrigada pela parceria! =)

  2. Bóia disse:

    Oi, Roberta. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

  3. Parabéns pelo excelente post! Como carioca queria ressaltar que, como você bem colocou, perigo existe em todo lugar do mundo. Infelizmente o que acontece no Rio ganha muita repercussão, apesar de haver violência em todo Brasil.
    Acho que só faltou você comentar para os corajosos que ao final da trilha é possível arriscar fazer um voo duplo de asa delta.
    abs

  4. Jessica Ribeiro disse:

    Olá Roberta, gostei muito do seu post. Estou querendo ir a pedra bonita no sábado, e só estou meio receosa do trajeto antes de iniciar a trilha, tbm to querendo ir de ônibus. É muito tempo até chegar ao pé da trilha? Vai muita gente a pé ou recomenda pegar um táxi? E a volta como foi? Obrigada e parabéns pelo blog

    • Roberta Luiza disse:

      Jessica, acredito que o táxi não vale a pena porque os carros não podem ir até a entrada da trilha. Somente os que estão com equipamento para o voo livre podem subir. Amenizaria a metade da subida, que é bem íngreme, mas relaxa que você consegue.
      Quando fomos, outros grupos tambem estavam subindo e foi super tranquilo.
      O ônibus para a uns 50 metros do portão do Parque da Tijuca e do portão até a entrada da trilha são cerca de 500 metros na subida.
      Confie no google maps para as orientações de qual ônibus pegar a partir de sua localização.
      E, acredite, o esforço vale muito a pena.
      Obrigada pela visita e leitura…
      Boa trilha!!!

  5. Cristina disse:

    Boa tarde. Qual os ônibus que vocês pegaram saindo de Botafogo? Bjs

  6. Priscila Cardoso do Nascimento disse:

    Olá.Eu Reservei a Trilha da Pedra Bonita para Passar o Dia Todo em Breve.Obrigada.

  7. Jessica disse:

    Ola.. Como é a volta, tem onibus a todo momento na saida da trilha?

    • Roberta Luiza disse:

      Oi, Jéssica. Nós pegamos um ônibus, lá na porta do parque mesmo, para a Barra da Tijuca. Curtimos a tarde por lá e depois voltamos pra Botafogo. Foi bem rápido
      Fim de semana tem número menor de veículos né, mas foi bem tranquilo. Pesquise no Google as linhas disponíveis para o destino que você quer. Possivelmente vai precisar pegar pelo menos duas linhas.
      Obrigada pela visita e bom passeio.

Deixe seu Comentário

Não deixe de ler a nossa Política de Comentários.**






* Campos de preenchimento obrigatório