Luang Prabang: Passeio pelo Rio Mekong e Pak ou Cave

Geralmente, os passeios à Pak ou Cave saem de Luang Prabang pela manhã ou bem no início da tarde. Só o trajeto de ida em um barco pelo Rio Mekong demora cerca de 2 horas e custa, em média, 40 mil kips por pessoa.

Mas aproveitamos o mesmo dia em que fizemos o passeio com os elefantes, para tentar encaixar mais essa programação. Quando fomos para a beira do rio negociar com os barqueiros, já eram 16h. A maioria disse que não havia mais como fazer o passeio naquele dia, pois já era tarde demais.

Até que um deles se ofereceu para nos levar de speed boat por 100 mil kips por pessoa. Como não queríamos deixar para o dia seguinte, pois tínhamos outra programação, topamos. Então rapidamente ele nos fez entrar em um barco grande e todo invocado (os bancos do barco eram, na verdade, de carros) e nos levou em um ponto distante 20 minutos do centro da cidade.

Ali encontramos o que seria o speed boat, que, nada mais era, que um barco convencional pequeno e de madeira, mas com um super motor. A parte cômica: era tão veloz que já deixavam a embarcação equipada com capacete (desses de motocicleta mesmo).

Achamos graça, sem entender muito bem. Alguns se recusaram a colocar o capacete, mas assim que o barco acelerou, entendemos que era quase insuportável o vento na cara naquela velocidade.

Geralmente os passeios para a Pak Ou Cave é casado com uma passada na vila do whisky, mas por motivos óbvios, o nosso não incluiu.

O passeio pelo Rio Mekong em si foi bem legal. Então chegamos na caverna, que fica na parede de uma montanha, que de longe já chamava a atenção.

Pagamos 20 mil kips para entrar e nos deparamos com apenas um micro buraco na pedra e incontáveis imagens de budas de todos os tamanhos, cores e materiais.

Olhamos uns para os outros e nos perguntamos: é só isso? Incrédulos, resolvemos andar para verificar se seria só aquilo mesmo. Encontramos uma escada e subimos, subimos, subimos… Até chegar a outro templo, esse maior, mas com as mesmas características. Um buraco na pedra com centenas (ou seriam milhares?) de imagens do Buda. Deu!

Não demoramos nem 30 minutos por ali e já estávamos de volta ao barco. Na entrada do local há alguns vendedores de bebidas e alguns lanchinhos. O passeio é válido pelo tour pelas águas barrentas do Rio Mekong naquele barco insano e por ter sido finalizado justamente com um pôr do sol daqueles.

Aliás, o barqueiro nos deixou justamente no encontro dos Rios Mekong e Nam Khan, onde muitas pessoas se reúnem para assistir o pôr do sol. Finalizamos o dia com um chopp no Bar Utopia.

Quer saber mais sobre o que vimos no Laos? Aqui nesse índice tem todos os posts já escritos sobre nossa passagem por Luang Prabang

Seguro Viagem com 40% de desconto - Cupom de Desconto - Black Friday

Compartilhe este artigo!

Comentários

  1. Pingback: Nosso Roteiro: Luang Prabang | Across the Universe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *