Hospedando em um apartamento em Santiago e pagando diária de hostel

Sempre ouvi dizer que em Santiago era interessante se hospedar em um apartamento. Como nosso grupo de viagem era formado por cinco pessoas – sendo um casal – não tive dúvidas ao optar por esse tipo de hospedagem. Passei dias buscando no Booking as melhores opções, considerando localização, preço acessível e higiene – sim, costumo abrir mão do conforto se o local tiver um mínimo de higiene.

Para variar, não encontrei um lugar que não tivesse banheira (esse maldito problema da maioria dos hotéis do mundo). Talvez um dia eu conte um pouco sobre minha aversão à banheira, mas por enquanto vou falar só do apartamento mesmo. =P

Optamos pelo centro da cidade e acabamos ficando na região mais charmosa de Santiago, na esquina das Calles Londres e Paris. No Booking, o apart-hotel é visualizado como Infinity Ameristar, mas o prédio não tem esse nome. Na verdade, ele é identificado pelo número e esse é o nome do escritório que gerencia alguns dos apartamentos. Apenas um dos vários escritórios que deve ter por ali. No prédio, é aquela mistura de morador com turista.

O ruim desse sistema é que a recepção não faz um mínimo de esforço para te ajudar. Com nada mesmo! Ao chegar, você explica que fez a reserva tal e eles já chamam os administradores que ficam em um escritório adaptado dentro de um apartamento.

O apart-hotel que ficamos é bem legal. Na verdade alugamos dois: em um ficaram duas pessoas, no outro três. Apesar do cheiro de cigarro nos quartos, mas que também é comum na cidade, o prédio é novo, moderninho, bem equipado e até bem decorado.

Na suíte, além de uma TV LCD de 32 polegadas com TV a cabo, tem uma cama de casal ou duas de solteiro e na sala, um sofá cama que quebra um galho. A cozinha é conjugada com a sala e é totalmente equipada. Tem geladeira, fogão, microondas, armários e todos os utensílios necessários para você cozinhar lá mesmo. E para espantar o frio, dois aquecedores, um na sala e outro no quarto.

Fotos

Cu$to

Pagamos 642 dólares por seis diárias nos dois apartamentos. Levando em conta que éramos cinco, ficou bem em conta passar sete dias no centro de Santiago pagando apenas 128,40 dólares cada um. Traduzindo, a diária por pessoa ficou 21,40 dólares. Preço de hostel, não? O pagamento é feito no momento do check-in em dinheiro (dólares ou pesos chilenos) ou cartão.

Pontos negativos

– Não tem café da manhã

– Check in é feito após as 16 horas

Pontos positivos

– Apesar de ser um apartamento, a limpeza é feita diariamente, as toalhas são trocadas e até as vasilhas são lavadas.

– O escritório da administração dos apês funcionam 24h e eles estão sempre disponíveis para assessorar com tudo, desde o pedido de uma pizza à organização de qualquer passeio.

– Tem wi-fi grátis. =D

Informações Adicionais

Endereço: Padre Alonso de Ovalle, 840
Telefone: +56 (0) 2 638 3905

Na segunda vez que estivemos no Chile, em abril de 2016, também nos hospedamos em um apartamento. Bem próximo deste, mas dessa vez optamos pelo Recife Apartaments. Pagamos US$ 116 dólares por 3 diárias em um apartamento com quarto, cozinha e banheiro para um casal. Como os outros, não há café da manhã, mas esse é cercado por mercadinhos com boas opções de refeição.

Depois de ter feito a reserva, fui contactada pela brasileira, dona do apartamento. Ela deixou as chaves na recepção no meu check in, já que eu chegaria de madrugada. Me explicou tudo por whatsapp e foi até o apartamento no dia do check out para receber – o pagamento só é feito em dinheiro (dólar, peso chileno ou real).

O apartamento é confortável. Tem a mesma banheira de todos, mas tem uma boa ducha. O único defeito é a cortina do quarto que é pequena e transparente. Logo cedo a claridade já começa a incomodar.

Leia mais sobre o Chile

Gostou deste post? Não deixe de ler os demais artigos publicados aqui no blog sobre a nossa viagem ao Chile.

Um City Tour circular por Santiago

Uma visita a vinícola Concha Y Toro

Como ir do aeroporto ao centro de Santiago

Dica de restaurante próximo a Concha Y Toro

Um passeio à Valparaíso e Viña Del Mar

As cinco coisas que não gostei no Chile

Um dia no Valle Nevado

 

Quer ir para Santiago empacotado?*

Sabemos que se você chegou ao nosso blog e a esse post é por que está planejando sua viagem sozinho.  Mas se por acaso você mudar de ideia e quiser se preocupar só em viajar, uma das opções é comprar um pacote em uma agência de confiança.

Já conhecem o Zarpo?

O Zarpo é um clube de compras de viagens, mais sofisticado e com acesso restrito e por convite (pegue o seu aqui). As ofertas de pacotes ou diárias de hotéis são divulgadas somente para os sócios. Não há cupons. Você escolhe suas datas e tem a reserva confirmada na hora. E caso precise customizar seu pacote (outra cidade de saída, mais noites, ocupação diferente, etc.), eles fazem o possível para atender e adequar a sua solicitação especial. Legal, né?

E eles estão com pacotes promocionais para o Chile, o que inclui Santiago, com datas até dezembro de 2017, e que podem interessar a você.

Santiago Confort - 4 Noites em hotel 4 estrelas partir de R$ 1688**

Buenos Aires & Santiago - 6 Noites em hotel 5 estrelas partir de R$ 2505**

Santiago Luxury - 3 Noites em hotel 5 estrelas a partir de R$ 1997**

Corre lá no Zarpo e namore estes ou vários dos outros pacotes disponíveis para vários destinos do Brasil ou do Mundo.

 Zarpo | Santiago

* informação atualizada em 16/03/2017
** tarifas por pessoa em apartamento duplo.


Siga o Across the Universe no Twitter: @acrosstheblog

no Instagram: @acrosstheblog

e curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/acrosstheblog


Cupom de 15% de desconto no Seguro Viagem

7 Comentários para "Hospedando em um apartamento em Santiago e pagando diária de hostel"

  1. Rafael disse:

    Realmente ficou barato, ainda mais nessa localização. E como os chilenos fumam, não? É até complicado ficar nos botecos fechados por causa da fumaça do cigarro. =)

  2. Que ótima dica! agora vou passear por outros posts. Adorei o blog!

  3. Glauco Barbosa disse:

    estou embarcando minha mae e tia pra Santiago no próximo mês. Ja li alguns post negativos quanto a receptividade nos apart, tipo zero de emocao para informacoes e ajuda. Pensei em um hostel, normalmente mais amigavel. Alguma dica?

  4. Joao disse:

    Nao é preço de hostel.. hostel acha por 30 reais a diária.. REAIS
    rs

    • Sim, João. É possível encontrar diárias em hostel por esse valor e até menor. Assim como também é possível encontrar diárias em hostel pelo valor que citamos e até mais caros tbm.

Deixe seu Comentário

Não deixe de ler a nossa Política de Comentários.**






* Campos de preenchimento obrigatório