Tam muda (de novo) regras de resgate de milhas para América do Sul

A cada dia você descobre mais maneiras de se acumular milhas. Fica empolgado, passa a comprar até garrafa d’água com o cartão de crédito, abastece no posto parceiro, aluga carro na locadora X, compra naquela loja virtual que promete dobrar seus pontos… tudo para transformar o dinheiro gasto em pontos que podem ser trocados por passagem área. E aí vem a TAM e joga um balde de água fria naquele seu sonho de passar o reveillon no Caribe.

É, gente! Hoje a TAM resolveu acabar (mais uma vez) com a nossa graça. Eles perceberam que tudo estava ficando mais fácil e que os pobres mortais estavam acumulando pontos demais e resolveram dificultar o processo, aumentando a quantidade de milhas necessária para o resgate de passagens.

O trecho para América do Sul, que no início desse ano eram trocadas por 10 mil pontos, foram para 15 mil no mês de maio. Eis que hoje a digníssima empresa envia um email aos clientes TAM Fidelidade informando que “tornou-se necessário fazer alguns ajustes nos resgates internacionais na América do Sul”. De novo?

Resultado: os resgates serão divididos em alta e baixa temporada. Confira abaixo.

E como se não fosse o bastante, resolveram dar uma revisada na tabela completa. Dá uma olhada aqui.

Para que facilitar a vida da gente se pode complicar, não é mesmo?


Siga o Across the Universe no Twitter: @acrosstheblog

no Instagram: @acrosstheblog

e curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/acrosstheblog


Cupom de 15% de desconto no Seguro Viagem

3 Comentários para "Tam muda (de novo) regras de resgate de milhas para América do Sul"

  1. Volta, Comandante Rolim, volta!

  2. Andre disse:

    Qual é o motivo desse aumento?
    Será que estão consumindo mais milhas do que a companhia aguenta?
    Será que ganância mesmo?

  3. Anônimo disse:

    Sempre achei dificil juntar todos pontos em tempo habil pra trocar por passagens… e quando consigo nao arrumo data pra viajar, agora vai piorar ainda mais minha situação.

Deixe seu Comentário

Não deixe de ler a nossa Política de Comentários.**






* Campos de preenchimento obrigatório