Os parques de Goiânia

Com 0,8 árvore e 94 m² de mata por habitante, Goiânia é a cidade com a área urbana mais verde do país. Cerca de 30% da área total da cidade é verde e não é preciso andar muito para encontrar algum parque. Existem dezenas deles quase sempre cheios de pessoas que buscam a saúde e a prática de atividades físicas. Esses detalhes fizeram com que a capital ganhasse o título de Cidade Modelo Ambiental, concedido pela Sociedade Brasileira para Valorização do Meio Ambiente-Biosfera.

Conheça alguns dos parques mais famosos da cidade:

Parque Flamboyant

É o parque mais novo de Goiânia, mas recebe muitos visitantes diariamente. Foi inaugurado no fim de 2007 e tem dois lagos com fonte luminosa, ponte de madeira, mirante, parque infantil, ciclovia, pista de cooper e estação de ginástica. O parque está localizado nas proximidades do Shopping Flamboyant, no Jardim Goiás, entre as ruas 46, 15, 12, 55, 56, 58-A e 73 e Av. H.

Parque Flamboyant | Goiânia

Parque Vaca Brava

O Parque Vaca Brava é um dos mais frequentados da cidade. Tem esse nome porque abriga a nascente do Córrego Vaca Brava. Fica no Setor Bueno, em frente ao Goiânia Shopping. No local há um lago, parque infantil, estação de ginástica e pista de cooper. Ao redor do parque há também vários quiosques e bares. No meio do lago, uma fonte de água ajuda a tornar o local um dos cartões postais da cidade. O parque não é fechado, então pode ser visitado 24 horas por dia.

Parque Vaca Brava | Goiânia

Lago das Rosas (Zoológico)

É o parque mais antigo de Goiânia. Abriga o Zoológico e fica na região central da cidade, entre a Alameda das Rosas e Avenida Anhanguera. Foi revitalizado recentemente e serve de ponto de lazer e contemplação para os visitantes. Quando construído, na década de 40, abrigava um grande canteiro de rosas, daí a ideia do nome. O local ainda preserva muretas no estilo Art Déco, que vigorava na época.

Lago das Rosas | Goiânia

* Foto por Leonardo Rosa (CC BY 2.0)

O parque tem lago, pista de cooper, caminhos internos, mirante, parque infantil e estação de ginástica. Fica aberto das 8 às 18 horas e a entrada não é cobrada. Já para entrar no Zoo paga-se R$ 2. Crianças menores de três anos não pagam.

Bosque dos Buritis

É um excelente ponto de lazer da cidade. É apontado por muitos como um bom local para relaxar e descansar a mente. Fica entre o Centro e o Setor Oeste, no final da Assis Chateaubriand e Alameda dos Buritis. No Bosque há um lago com iluminação especial, estrutura para ginástica, pista de caminhada, lanchonete, o Museu de Artes, além de uma rica vegetação, pássaros e micos que fazem do bosque seu refúgio. A área interna fica aberta entre 8 e 18 horas e a entrada é gratuita.

Bosque dos Buritis | Goiânia

* Foto por Rodrigo Kono (CC BY 2.0)

Jardim Botânico

É a maior área de conservação de Goiânia, com cerca de 100 hectares. Fica na divisa entre Goiânia e Aparecida de Goiânia, na Alameda do Contorno, Setor Pedro Ludovico. No local há uma grande mata com espécies nativas do cerrado e animais silvestres e ainda um borboletário. O parque ainda abriga três lagos, um deles reservado para a coleção de plantas aquáticas, pista de caminhada, deck, trilhas ecológicas, viveiro e um centro de visitação e pesquisa.

Jardim Botânico | Goiânia

* Foto por Rodrigo Kono (CC BY 2.0)

Parque Areião

O Parque Areião é um dos points para os atletas de rua, com uma bela pista de Cooper, duas estações de ginástica, campo de futebol e diversos ambulantes vendendo água de coco. O parque tem 215 m² e três nascentes do Córrego Areião. Fica entre a Alameda Coronel Eugênio Jardim, Rua 90 e Avenida Americano do Brasil, nos setores Marista e Pedro Ludovico.

Parque Areião | Goiânia

* Foto: Wikimedia Commons

Parque Ecológico

Um pouco afastado, o Parque Ecológico fica na BR 153 entre Goiânia e Anápolis. Era uma antiga fazenda que foi transformada em área de preservação. No local, há resquícios de ocupação indígena. Atualmente o parque abriga a Barragem do João Leite, um lago artificial para o abastecimento de água da cidade.

Entre os atrativos do parque, um pomar com diversas árvores frutíferas como mangueiras, jaboticabeiras, ameixeiras, limoeiros, laranjeiras e abacateiros. Em áreas específicas é possível acampar, fazer churrasco, piquenique, e descer o rio com bóias. A administração organiza os visitantes em grupos e os leva a uma área de escavação de uma das casas que compõem antiga aldeia. Fica aberto das 8 às 17 horas. Telefone: (62) 3225-0337.

Parque Mutirama

E se estamos falando de parques, porque não falarmos do Mutirama? É um parque de diversões popular, instalado em uma grande área verde com brinquedos tradicionais como o túnel do terror, a roda gigante e o autorama, além de um parquinho de areia, o Parque dos Dinossauros e uma pista para prática de skate. Fica no final da Avenida Araguaia, no Centro.


Criança Brincando no Mutirama | Goiânia

* Foto por Arathane Spada

Localização

Construímos um mapa no Google Maps com a disposição de todos os parques que citamos neste post.

Informações Adicionais

Gostou deste post? Ele faz parte da série O essencial de Goiânia. Não deixe de ler os demais artigos publicados até então 😉

Onde comer

Onde hospedar

Como se locomover em Goiânia

Compartilhe este artigo!

Comentários

  1. Pingback: O essencial de Goiânia

  2. Pingback: Onde comer em Goiânia

  3. Pingback: Como se locomover em Goiânia

  4. Pingback: Onde hospedar em Goiânia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *