Onde comer em Goiânia

Não só de pequi vive Goiânia (amém, Senhor…mil vezes amém). Nossa culinária tem forte influência da cozinha mineira, não só pelos limites geográficos, mas pela formação populacional. Arroz com pequi é sim um dos pratos mais famosos, mas há quem morra de amores e há aqueles que correm quando esse é o prato do dia (presente!).

Mas o pequi é detalhe perto de outras delícias como o empadão goiano, a galinhada e a maravilhosa pamonha. Acredite… temos a melhor pamonha do mundo! Mas onde estão as melhores opções de restaurantes, sanduicherias, lanchonetes, pamonharia, sorveterias e etc? Segue abaixo algumas dicas apontadas por jornalistas que vivem em Goiânia e entendem da arte da comilança!

Café da Manhã

Para começar bem o dia, com um café da manhã reforçado, Lílian Cury recomenda o Empório Della $ (Av. C4, Quadra 489, Lote 5-8, 40 – Jardim América), que tem Buffet a quilo e, somente aos domingos, o Empório Piquiras $$ do Shopping Bouganville ou Buena Vista, com Buffet por pessoa.

Panificadora Maná $ – (Buffet a quilo) Todos os itens fresquinhos, tapiocas diversas preparadas na hora, o melhor pão de queijo e os melhores sucos.  “A melhor rosquinha com cobertura de chocolate de Goiânia”, Roberta Luiza. Rua C-264 Q.598 n°119 Nova Suíça.

Almoço

Restaurante Grego $ – (comida por quilo) “Grande variedade de saladas, acompanhamentos, peixes e churrasco. Destaque para o bolinho de carne seca com pequi e para salada refrescante”, Lilian Cury. R. C-257, 172, Nova Suíça.

Grego Restaurante | Goiânia

Fachada do Grego Restaurante. Foto: Divulgação

Samaúma $$ – (comida por quilo) Boa variedade de saladas, peixes e massas e churrasco farto. Excelente suco de melancia. Duas unidades: R. 139, 13 – Setor Marista e outra em frente o Aeroporto.

Ad’oro $$ – (comida por quilo) “Não há muita variedade, mas tudo é bem gostoso. Destaque para o carpaccio de lagarto com alcaparras”, Lílian Cury. “Carta de vinhos bacana e torta de tiramissú mara”, Millena Lopes. Rua 146, 509, St Marista e Goiânia Shopping.

Buffet do Ad'oro Restaurante

Buffet do Ad’oro Restaurante. Foto: Divulgação

Jottas $-  (comida por quilo) Churrasco, saladas, massas, Buffet japonês. Avenida República do Libano, acima da Praça Tamandaré, Setor Oeste.

Contemporane $$$ (Prato executivo) – Ambiente agradável, comida saborosa e um petit gateau divino. “O purê de batata com pedaços de queijo é o melhor que já comi na vida”, Lílian Cury. Boa opção também para o jantar e eles ainda entregam (3278-3930). Av. T-12, nº31 – Setor Bueno.

Doces e sobremesas

Amaretto Gelateria $ – Conheci recentemente e já caí de amores. Tem os melhores e mais cremosos sorvetes, diversas opções de sorvete sem lactose e outros zero e alguns dos mais inusitados sabores (danoninho, leite ninho, melancia, bis branco, torta alemã). Rua T-38, 756, Setor Bueno.

Crema e Cioccolato $ – “Sorvetes artesanais italianos em diversos sabores. Os melhores são: iogurte com damasco, cheesecake de morango e trufa”, Lílian Cury. Av. T11, Qd. 115, lt. 19, Setor Bueno e Av. São João Qd.08 Lt.9, Alto da Glória.

Crema e Cioccolato

Cravo e Canela  $ – Torta alemã, Holandesa, Torta Sufflair, Natalina e tentação com chocolate ao leite são campeãs.  Tem uma unidade na T-10 (nº235, Setor Bueno) e outra no Shopping Bouganville.

Cravo e Canela | Torta Tentação

Torta Tentação da Cravo e Canela. Foto: Divulgação

Richesse $ – “As melhores tortas da cidade”, Millena Lopes.  4 lojas (Flamboyant, Buena Vista, St. Marista e St. Oeste).

Café, lanche da tarde e pamonharia

Ateliê do Grão  $ – Grande variedade de Café. Rua 36, 354, Setor Marista.

Café do Ponto  $ – Ótimas opções para quem gosta de café incrementado. “Peça o African Breeze, café gelado com amarula”, Lílian Cury.  Shopping Flamboyant

Café Pirineus $$ – Ambiente agradável, com grande variedade. Em alguns dias, há exposições, pequenos shows e apresentações diversas. Rua 137 com 146, 579, Setor Marista.

Café Coreto $$ – Ambiente diferenciado e tranquilo onde o café Spress e o Nespresso são a atração principal. Rua 142, 221 Setor Marista. 

Café Coreto | Goiânia

Biscoito Pereira $ – Tem, junto com o J. Pereira, os melhores pães e biscoitos de queijo. Rua 10, 459 – Praça Tamandaré.

J. Pereira $ – “Melhor pão de queijo do universo”, Roberta Luiza. “O melhor biscoito frito de todo o mundo. Empata com o da minha mãe”, Millena Lopes. Rua 55, 458, Centro.

Cravo e Canela Deliciosos salgados. Destaque para a empada com massa podre de camarão. Tem uma unidade na T-10 (nº235, Setor Bueno) e outra no Shopping Bouganville.

Lanchonete Terra $ – Dentro do Mercado Central, ambiente simples, onde a maioria dos clientes come em pé. Vendem diversos salgados, entre eles uma empada de carne seca deliciosa. Rua 3, 322 – boxe 143, Mercado Central.

Pamonharia Frutos da Terra $ – Mais de 30 anos de tradição. Desde 2005 é eleita todos os anos como a melhor pamonharia pela Veja Goiânia. “Pamonha cremosa e bem feita”, Millena Lopes. T-11, 411, Setor Bueno e Av. Perimetral, 2110, Setor Oeste.

Pamonharia Oeste $ – Caroll Almeida faz um alerta: boa mesmo é a Pamonharia Oeste do Setor Oeste. “Tem uma no Bueno, na T-4, e a pamonha de lá não é NEM parecida com a do Oeste do oeste”, alerta. “A pamonha é cremosa, uma delícia. Recomendo a de sal com catupiry. O empadão também tem seu lugar”, opina Caroll. Rua R 9 n.124 Setor Oeste.

Pamonharia Caseira $ Tem uma das melhores pamonhas da cidade e pelo preço justo. O destaque fica para a manteiga de leite que oferecem, para o cural e o bom atendimento. Av. T9, qd. 7, Lt. 1, Jardim Planalto. 

Onde comer pamonha em Goiânia

A melhor pamonha está em Goiânia

Para o jantar

Restaurantes

Emi Cozinha Contemporânea $$$$ – “Eleito pelo ambiente agradável e pelo conceito de confort food. Para entrada, peça os bolinhos de legumes e de carneiro”, Lílian Cury. Rua 1129, 146, Setor Marista.

Café de la Musique $$$$ – “Uma opção mais badalada. Sempre tem Dj tocando”, Aline Mil. Rua 146, Nº500, Qd.53, Lt.17  Setor Marista.

Pollo Ripieno Alla Contadina do Café de La Musique

Pollo Ripieno Alla Contadina do Café de La Musique. Foto: Divulgação

Panelinha Grill $$ – Panelinha é um prato que deveria ser considerado tipicamente goiano. É como um “mexido”, mas é feito com todo tipo de ingrediente fino ou simples. “Adoro a panelinha de carne seca, com abóbora e quiabo de lá. Acho que é a moda”, Renan Rigo. Rua 1038, 51 esquina com 1.040 – Setor Pedro Ludovico.

Paim Grill $$$ – “Geralmente é muito cheio, porque também é muito bom”, observa Renan. Tudo é servido com fartura. “As porções servem muito bem e são muito gostosas e a cerveja é gelada”. Alameda Ricardo Paranhos – nº 37 – Setor Marista.

Paim Grill | Goiânia

Paim Grill. Foto: Divulgação

Mourão $$ – Porções gigantescas e baratas. “Tem uma picanha boníssima, é geralmente bem cheio, mas você sempre acha mesa”, Renan Rigo. Rua C 206, (continuação da T8) Esquina c/ C231, Jardim América.

Carne de Sol 1008 $$ – Onde são servidas as porções mais gigantes da cidade. Se eles dizem que “dá para dois”, acredite, dá para 4. Está sempre cheio e o ponto negativo é que as mesas são muito grudadas umas nas outras. Rua 1008, 150 – quadra 23, lote 8, Setor Pedro Ludovico.

Kanpai $$$$ – Se a opção é por comida japonesa, não há nada melhor que o Kanpai. Tudo feito no capricho, sempre fresquinho e com muita variedade. Se a intenção é comer muito, é bom ficar com o festival, disponível todas as noites na unidade do Setor Sul (Rua 84, nº519). Mas se quer comer no quilo, vá na unidade do Alto da Glória (Rua Fortaleza, 65).

Petiscos

Posto 15 $$$ – “Tem um bolinho de frango com pequi que é ótimo pra introduzir turista ao pequi. Leve e muito gostoso!”, sugere Aline Mil. Rua 15, 1896 St Marista

Boteco Posto 15 | Goiânia

Boteco Posto 15. Foto: Divulgação

Belisque $$$ – “Ambiente agradável, venta pra caramba, então acho que o mais próximo de praia que conseguimos chegar”, brinca Renan Rigo, ao revelar que a comida é boa e o chopp é bem gelado. “Mas o atendimento é ruim”, lembra Roberta Luiza. Rua João de Abreu, 192, Ed. Aton, Pça do Sol, Setor Oeste.

Chef Knut $$$ – “Ótima comida alemã e excelente carta de cervejas. E o Knut tá sempre lá pra bater papo com os clientes”, opina Aline Mil, que recomenda as batatinhas com ervas de acompanhamento “sempre”.  ” Joelho de porco digno. Cervejas bacanas. Atendimento bom. E tem uma pimenta alemã, meu irmão, que delícia”, Millena Lopes. Rua 139, 377 – Setor Marista.

Joelho de Porco do Chef Knut

Joelho de Porco do Chef Knut. Foto: Divulgação

Imperador $$ – “O atendimento não é dos melhores, mas uma vez provei um filé ao molho gorgonzola de chorar no cantinho de tão bom que estava”, Renan Rigo. Rua 13, 125, Setor Marista.

Empório Monte Líbano $ – “Parece um botecão de esquina e dentro tem um pequeno mercadinho, vendendo uns azeites árabes, doces, enlatados”, conta Caroll Almeida, ao recomendar a Kafta a moda da casa, uma espécie de sanduíche no pão árabe que vai na brasa. “Alimenta bem e é barato”. Praça do Avião, 151, Setor Aeroporto.

Officina $$– “Peça o Hot Chicken, deliciosas tulipas ao molho picante, mas cuidado com o hot”, sugere Roberta Luiza, que diz que a vantagem é que o petisco pode ser acompanhado da “cerveja mais gelada da cidade”.

Officina | Goiânia

Officina. Foto: Divulgação

Pizzas

Bella Capri $$ – “Prefira sentar numa das mesas da varanda ao fundo. A noite, há luzinhas dependuradas que dão um clima diferente. Massa leve, sabores variados e preço razoável”, Lílian Cury. Rua 1131, 208 – Setor Marista.

Villa Toscana $$ – “Pizzaria mais escondida e geralmente mais vazia. Peça a de “calabresa bêbada”, com linguiça artesanal”, opina Lílian Cury. Rua 1136, 239, Setor Marista.

Pitigliano $$ – Minha preferida. Tem uma grade variedade de sabores e combinações, deliciosos sucos, um atendimento bom e ambiente agradável.  Av. Portugal, nº 539, St. Oeste.

Sanduíches

Nesse item é preciso fazer uma explicação. Goiânia tem os melhores e mais tradicionais Pit Dogs, espécie de sanduicheria de rua (mas devidamente licenciada pela Vigilância Sanitária) que estão cada vez mais incrementados e sofisticados. Na rua 10, no Centro, tem algumas ótimas opções. Muitos já cresceram tanto, que se tornaram grandes lojas, com diversas unidades, como é o caso do Komiketo, do Tio Bákinas e do Kid Abelha.

Sanduiche de Pit Dog em Goiânia

Sanduiche de Pit Dog em Goiânia

Komiketo $– Sanduicheria com 27 anos de tradição. Tem hambúrgueres deliciosos, cremes, sucos e os melhores molhos. “Sanduíche no pão árabe divino”, Millena Lopes. Av. T1, Praça do Ipê, Setor Bueno e outra unidade na Av. T4, Setor Serrinha.

Bulldogs $ – Já foi eleito três vezes o melhor da cidade. “Tem sandubas bem bons, mas o molhinho de ervas é o must”, Renan Rigo. R. 134, 155 – Setor Oeste.

Tio Bákinas $– Sanduíches feitos com pão e hambúrguer artesanais deliciosos e servidos com molhos que fazem a diferença. Os ingredientes estão sempre fresquinhos, o atendimento é ótimo e o ambiente é super agradável. Uma unidade no St. Bueno (T-53, Praça T-23 – Colégio WR) e outra na Vila União (Av. dos Alpes, praça da feira, próxima Pastelaria Vitória).

Madero $$ (para hamburgueres) $$$ (para pratos) – “O hambúrguer ficou menor, mas continua muito saboroso! Se pedir um dos pratos, escolha como entrada linguicinha artesanal com farofa e limão”, dica da Lílian Cury. Fica dentro do Goiânia Shopping.

King’s Rock $$- Decoração inspirada em lanchonetes americanas dos anos 50. “Hambúrguer artesanal muito gostoso e bem feito. Peça com cebolas caramelizadas, se gostar de um leve adocicado na comida”, dica da Lílian Cury. Al. J-28, esq. c/ Rua J-34, Qd. 54, Lt. 01, St. Jaó.

Sanduiche do King’s Rock | Goiânia

Sanduiche do King’s Rock. Foto: Divulgação

Se gostar de cachorro quente, na Av. 85 (no sentido Serrinha do lado direito) tem diversas opções de barracas que são montadas todos os dias após as 19 horas. Um melhor que o outro e todos baratos.

E você? Tem mais dicas de onde comer em Goiânia? Compartilhe com a gente nos comentários! 😉

Preço médio por pessoa

$ – até R$ 15 / pessoa
$$ – até R$ 30 / pessoa

$$$ – até R$ 50 / pessoa
$$$$ – mais de R$ 50 por pessoa

 

IMPORTANTE: Esse post não tem a pretensão de ser um guia do que é bom ou não em Goiânia, de lugares que prestam ou não prestam. Apenas reúne dicas e aponta o que é melhor de acordo com a opinião/experiência dos que colaboraram com o texto.

Informações Adicionais

Gostou deste post? Ele faz parte da série O essencial de Goiânia. Não deixe de ler os demais artigos publicados até então 😉

Os parques de Goiânia

Como se locomover em Goiânia

Compartilhe este artigo!

Comentários

  1. Pingback: O essencial de Goiânia

  2. ilza
    28 mar 2013

    Conheço a maioria dos lugares e concordo com a grande maioria das avaliações feitas! A Lilian Cury e o Renan Rigo acertaram todas, pra meu gosto!

  3. Pingback: Os parques de Goiânia

  4. Pingback: Como se locomover em Goiânia

  5. Oi Polliana.

    Adorei o seu listão de bons lugares pra se comer em Goiânia, uma ótima dica também é acompanha o nosso site Casal Gourmet que faz críticas e resenhas de vários lugares de Goiânia.

    Dá uma olhada lá!

    • Oi, Casal Gourmet. Uma amiga me falou do trabalho de vocês esses dias. Adorei a ideia! 🙂

  6. Olá, recomendo também uma passada no Vem Comer Guia Gastronômico ( http://vemcomer.com.br ), bem completo e interessante pra se encontrar bares e restaurantes em Goiânia com diversas informações como telefones, endereços, fotos e promoções!! Fica a Dica!

  7. Pingback: Onde hospedar em Goiânia

  8. Nadja
    16 fev 2016

    Estive em Goiânia e estava com vontade de comer algo diferente e achei na Rua 22, 564 – St. Oeste, o restaurante Curupira, atendimento ótimo e comida surpreendente. Foca nos hamburgueres!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *