Nosso Roteiro: Montevidéu

O Uruguai tem sido um destino cada vez mais procurado por brasileiros devido aos bons preços das passagens e ainda pela possibilidade de o passeio ser encaixado em um feriado curto ou fim de semana prolongado. Fomos no feriado de Tiradentes, em abril de 2015, emendando o fim de semana à segunda e terça-feira. Saímos na sexta à noite e chegamos de volta à Brasília na quarta cedo, direto para o trabalho. O tempo foi suficiente para conhecer Montevidéu e ainda curtir um dia e noite em Punta Del Este.

Montevidéu é uma cidade pequena e agradável e que, inevitavelmente, é comparada à Buenos Aires. Mas como não seria? O forte do cardápio de todos os restaurantes são as carnes. Na loja de doces ou souvenirs, o que te oferecem são alfajor e doce de leite. E as lojas de rua têm os mesmos estilos e as mesmas marcas. Mas uma coisa é certa: Montevidéu não tem a mesma agitação de Buenos Aires. A cidade tem um clima tranquilo de interior, com casarões antigos, ruas com pouco trânsito e praças propícias para um descanso.

Ramblas | Montevidéu

Quando ir

A melhor época é entre setembro e abril, quando chove menos. No verão, a temperatura não costuma ultrapassar os 27ºC e no inverno chega aos 6ºC e venta muito, o que piora o frio.

Onde se hospedar

Primeiro é preciso decidir entre ficar na parte da Cidade Velha, onde estão a maioria das atrações turísticas – e você pode fazer quase tudo a pé – ou na Orla, onde está a cidade mais moderna, a vida noturna e os melhores restaurantes.

Nós optamos por ficar próximos das atrações turísticas e nos hospedamos no Hotel Orpheo, que é todo moderninho e organizado. Chama a atenção o cuidado nos detalhes da decoração. Nosso quarto era compacto, mas tínhamos tudo o que precisávamos (só senti falta de um frigobar). O prédio é muito bem localizado. Fica logo atrás da Praça Independência, de onde você pode ir a pé para os principais pontos turísticos, inclusive o Mercado del Puertos.

Orpheo tem um restaurante bar bem interessante, mas não chegamos a experimentar. O café da manhã deixou a desejar. Pouca variedade e o que acabava, eles não reabasteciam. Outro ponto negativo: a internet oscilava bastante. Era sofrida.  O atendimento é bom, os funcionários são prestativos e até conseguimos um check in antecipado sem pagar nada a mais por isso. A diária saiu por US$ 54 dólares para um quarto de casal.

Onde comer

O Mercado del Puerto é um endereço certo para uma boa refeição seja almoço, lanche ou jantar. Alí há opções para todos os gostos, bolsos e ocasiões.

Mercado del Puerto | Montevidéu

O forte são as carnes (de boi ou de cordeiro, principalmente) assadas na brasa ou na grelha. O mercado abre às 11h.

Carnes | Mercado del Puerto | Montividéo

No primeiro dia, optamos pelo El Pelegrino, comemos uma boa carne, mas achei os preços das entradas bem caras. O ambiente é bem diferente e interessante.

Restaurante El Pelegrino | Montevidéu

No segundo dia, optamos por um restaurante mais simples, o Babieca, onde você pode comer tanto no balcão, vendo as carnes serem assadas, como também nas mesas do lado de dentro ou de fora do mercado. É uma opção mais simples e barata e igualmente gostosa.

Parrilla | Mercado Del Puerto | Montevidéu

Em uma outra oportunidade, fomos no Francis, restaurante mais fino, em Punta Carretas. Já foi eleito o melhor restaurante de Montevidéu. Eu amei. Tem pratos bem servidos, preços razoáveis e excelentes vinhos.O atendimento também foi excelente. Se pretende ir, não se esqueça de fazer uma reserva com antecedência. O espaço é pequeno e disputado.

Outro restaurante bem indicado, mas que não chegamos a ir é o Montecristo, que também funciona como um pequeno museu e o gerente até se oferece para levar o cliente a conhecer os diversos ambientes do restaurante/museu.

O que ver

Plaza Independencia | Montevidéu

Plaza Independencia – Um passeio pelo centro antigo começa na Praça Independência. Ali, há um dos prédios mais emblemáticos da cidade, o Palácio Salvo, cartão postal de Montevidéu e a Puerta de La Ciudadela, marco zero do setor histórico. Esse portal fazia parte de uma muralha que dividia a parte antiga, da cidade moderna.

Puerta de la Ciudadela | Montevidéo

Nessa praça fica o Mausoleo General Jose Artigas, um monumento que guarda as cinzas do militar, tido como herói nacional.

Plaza Constitución – Nessa praça há uma fonte e um belíssimo jardim. É nesse ponto que fica a Catedral Metropolitana e alguns museus como o Museu de Arte Precolombino e Indigena (MAPI) e o Museu Histórico Nacional.

Praça Feirinha | Montevidéo

Feira Trinstan Narvaja – Passeio obrigatório se você estiver na cidade em um dia de domingo. Alí você vai encontrar de tudo. Mas de tudo mesmo. Tudo aquilo que você nunca pensou em juntar na vida. Antiguidade e quinquilharia. Coisas que vão te fazer voltar ao passado.

Feira Tristan Navaja | Montevidéo

Discos antigos, placas de carro (oi?), banners de propagandas de outros tempos, brinquedos velhos e uma infinidade de pequenas e grandes coisas. Ah… também tem frutas, verduras e flores. A feira se estende por quase um bairro inteiro e é praticamente impossível percorrer tudo.

Vinícola – Um passeio que não fizemos por pura falta de planejamento foi às vinícolas nos arredores. Há várias opções, mas a mais conhecida é a Bodega Souza. Abre diariamente e tem tours que duram aproximadamente 1h30. O passeio custa cerca de US$10 dólares.  No final, há degustação de vinhos e, se quiser, pode almoçar no restaurante da vinícola. Na propriedade também há um galpão com uma coleção de veículos antigos.

Museo del Carnaval – retrata a história do carnaval no país. Não chegamos a entrar. A entrada é paga e custa 45 pesos.

Museu Del Carnaval | Montevidéo

Avenida 18 de Julio – É a principal rua comercial, com algumas praças bonitas e pontos interessantes, onde você percebe bem o dia a dia da cidade e dos moradores.

Avenida 18 de Julio | MontevidéoAvenida 18 de Julio | Montevidéo | 2

Fonte dos Cadeados – Fica na Av. 18 de Julio. Há uma lenda que diz que os casais que deixarem um cadeado preso no local terão amor eterno. Deixamos o nosso! 🙂 O cadeado você compra na banca de revista da frente (80 pesos) e ele ainda te empresta a caneta para você escrever os nomes.

Fonte dos Cadeados

PS: na frente da fonte, tem um café de esquina com churros magníficos. Esqueci o nome do café. Se alguém souber e puder deixar registrado aqui, agradeço.

Mirador da Intendencia de Montevidéu – Mirante localizado no 22° andar da Prefeitura com vista panorâmica da cidade. A entrada é gratuita, mas só abrem de segunda à sexta, das 10h30 às 15h30.

Teatro Solis – é a mais antiga casa de espetáculos do país. Fica na cidade velha, do lado da Plaza Independencia. Para conhecer o teatro, é preciso fazer o tour guiado, que custa 20 pesos. O ingresso só é vendido na hora (nem 10 minutos antes). O passeio é barato, mas rápido. Há poucas vagas em cada tour e o mais disputado é em português.

Teatro Solis | Montevidéu

Estádio Centenário/Museu do Futebol – O Estádio Centenário, palco da primeira Copa do Mundo, em 1930, fica um pouco mais afastado da Cidade Velha, no Parque Battle. O local precisa urgente de uma reforma e modernização, mas vale a visita.

Estádio Montevidéu

No estádio funciona o Museu do Futebol e a entrada custa 100 pesos. Eles têm um acervo muito interessante, com vídeos, móveis, taças, medalhas, camisetas e chuteiras.

Museu do Futebol | Montevidéu

Como se locomover

Os passeios pela Cidade Velha podem ser feitos a pé mesmo e para as atrações mais afastadas, você usa táxi.

Como ir do aeroporto ao centro

O aeroporto fica a uns 30 minutos do centro e os preços dos táxi são tabelados. No saguão do aeroporto, logo no desembarque, você vê um guichê, fala onde fica seu hotel e já paga e pega um voucher. Eles aceitam cartão de crédito. Fomos para a Ciudade Vieja e pagamos US$ 55, o que achei bem salgado. Outras regiões são ligeiramente mais baratas. No trajeto contrário, o táxi sai 30% mais em conta.

Como funciona a devolução do imposto

No Uruguai há uma política de incentivo ao turismo que prega a isenção e devolução do imposto sobre valor agregado, o IVA. É o mesmo que o nosso ICMS. Essa política foi iniciada em 2013 de forma temporária, mas tem sido renovada desde então.

Nos restaurantes, ao pagar a conta com cartão de crédito internacional, o turista recebe de volta 18,5% do valor total da conta. Já vem discriminado no recibo do cartão. Ou seja, mesmo com a taxa de IOF de 6,38%, vale a pena usar o cartão, uma vez que eles não darão desconto nas contas pagas em dinheiro.

Dá para combinar com outra viagem?

Montevidéu com Buenos Aires

É possível combinar as duas capitais em uma só viagem. A forma mais simples de fazer o trajeto é de Barco. No site da Buquebus você confere os horários e valores das passagens.

Montevidéu com Punta

A capital do Uruguai está a 120km de Punta del Este. A pista é duplicada e dá para fazer o trajeto em 1h30. Há dois pedágios no trecho.

Rodovia entre Montevidéu e Punta Del Este

Também dá para fazer a viagem de ônibus, pela COT. Em alta temporada (dezembro a fevereiro), a cidade lota e há muito agito nas praias. Fora do verão, a cidade é quase deserta.

Praia | Punta Del Este

Havia muitos restaurantes, lojas fechadas e até prédios inteiros com as luzes apagadas quando fomos, em abril. Ainda assim, adorei a cidade.

Porto | Punta Del Leste | Uruguai

Nos hospedamos em Casapueblo, que por si só, já é uma grande atração. Contei os detalhes nesse post aqui. Em frente, está o Mirador de Punta Ballena, um mirante com vista panorâmica das praias e da cidade. Vale a pena um passeio pela orla, uma visita ao porto, onde há excelentes restaurantes e mercados.

Casapueblo | Por do Sol

Em Playa Brava, a parada é obrigatória. É alí que fica o cartão postal da cidade, o Monumento Los Dedos, onde você precisa de um pouco de sorte para tirar uma foto sem sair outros mil turistas na imagem.

Monumento Los Dedos | Punta del Este

Vale uma voltinha pelas ruas do Bairro das Mansões, bem no estilo Beverly Hills, onde você vai ver casas para lá de luxuosas.

Bairro das Mansões | Punta Del Leste

Outras opções de passeio: o casino do Hotel Conrad, que tem acesso gratuito e a Fazenda Lapataia, onde são fabricados os melhores doces de leite da região. Quando fomos, a fazenda não estava aberta à visitas.

Fazenda Lapataia | Punta Del Leste

Outro local que também vale uma visita: a Igreja de La Candelaria. Charmosinha, a igreja toda azul foi construída em 1911.

Igreja de La Candelaria | Punta Del Leste

Em frente, fica o Farol de Punta Del Este, que o turista pode subir os 150 degraus (se tiver fôlego) e contemplar a vista.

Montevidéu com Colonia del Sacramento

Colonia del Sacramento fica a 2 horas de carro de Montevidéu ou 2h30 de ônibus, com a COT. A passagem custa 320 pesos. É ainda mais viável se combinada com a viagem entre Buenos Aires e Montevidéu. Aliás, ela fica mais próxima da capital argentina do que de Montevidéu. Por esse motivo está sempre cheia de argentinos. A cidade é pequena e charmosa, no melhor estilo colonial. Foi fundada por portugueses e é patrimônio da Unesco. Dá para fazer um passeio rápido a pé mesmo.

Informações adicionais

Moeda: peso uruguaio. Pode levar reais e trocar por peso nas casas de câmbio do centro da cidade, que têm cotações melhores.
CNH: a brasileira é válida no Uruguai
Idioma: espanhol
Visto: não é necessário para brasileiros
Vacina: nenhuma específica

 

Quer ir para Montevidéu empacotado?*

Sabemos que se você chegou ao nosso blog e a esse post é por que está planejando sua viagem sozinho.  Mas se por acaso você mudar de ideia e quiser se preocupar só em viajar, uma das opções é comprar um pacote em uma agência de confiança.

Já conhecem o Zarpo?

O Zarpo é um clube de compras de viagens, mais sofisticado e com acesso restrito e por convite (pegue o seu aqui). As ofertas de pacotes ou diárias de hotéis são divulgadas somente para os sócios. Não há cupons. Você escolhe suas datas e tem a reserva confirmada na hora. E caso precise customizar seu pacote (outra cidade de saída, mais noites, ocupação diferente, etc.), eles fazem o possível para atender e adequar a sua solicitação especial. Legal, né?

E eles estão com pacotes para Montevidéu, com datas até novembro de 2017, e que podem interessar a você.

Montevidéu & Punta Del Este - 5 noites em hotel 4 estrelas partir de R$ 1302**

Montevidéu Central - 4 Noites em hotel 4 estrelas partir de R$ 1240**

Corre lá no Zarpo e namore estes ou vários dos outros pacotes disponíveis para vários destinos do Brasil ou do Mundo.

Montevideo | Zarpo 

* informação atualizada em: 16/03/2017
** tarifas por pessoa em apartamento duplo.


Siga o Across the Universe no Twitter: @acrosstheblog

no Instagram: @acrosstheblog

e curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/acrosstheblog


Cupom de 15% de desconto no Seguro Viagem

Um Comentário para "Nosso Roteiro: Montevidéu"

  1. Josiane Bravo disse:

    Que artigo maravilhoso e bem detalhado, eu adorei. As fotos estão lindas. Eu vou para Montevideu este ano pela primeira vez, quero conhecer Punta del Este e Colondia del Sacramento.Pretendo ir de ônibus para Punta Del Este, um bate e volta de Montevideu. Você acha que 1 dia eu consigo ver tudo que vocês citaram em Punta?

    Abraços
    Josiane Bravo

Deixe seu Comentário

Não deixe de ler a nossa Política de Comentários.**






* Campos de preenchimento obrigatório