Buenos Aires: A turbulenta chegada

¿Hola, que tal? =)

Já cheguei em solo argentino. Que viagem terrível. As 2hr20min de vôo de Guarulhos para Buenos Aires foram as piores da minha vida. Eu sempre peço para as atendentes de check-in das cias aéreas pra me colocar nas poltronas das saídas de emergência devido o espaço ser maior do que o padrão. E para quem tem 1,90 de altura qualquer espaço adicional pra esticar as pernas é essencial para viajar com um mínimo de conforto. Mas eis que a tia do chek-in em Brasília além de me colocar em uma fila onde o espaço era ainda menor que o padrão, me colocou em uma fila onde a poltrona não reclinava. Meu Deus, que sofrimento! E uma cidadã que estava do meu lado ainda pediu pra trocar de lugar com o marido. E eu como bom samaritano fiz a troca e fui para a poltrona do meio.Para fechar com chave de ouro, já chegando em Buenos Aires o avião começa a passar por “zonas de instabilidades” que causou indisposição e terror em boa parte dos passageiros. O resultado disso tudo é que cheguei com a cabeça quase explodindo, com tudo revirando no estômago e de péssimo humor. Foi o prazo de fazer o check-in no albergue tomar um banho e cair na cama pra descansar.

Primeiras impressões

Mas enfim, mesmo com todos estes sofrimentos iniciais, a chegada foi bem tranquila e a viagem promete bastante. As autoridades argentinas na imigração foram simpáticas, e os argentinos que precisei de orientação no aeroporto para trocar moeda, solicitar transporte ou até mesmo o pessoal do albergue, também tem sido bem simpáticos e receptivos.

Aliás, dizem que em Camburiú/SC tem mais argentino que brasileiro, né? Então, eu digo que Buenos Aires tem mais brasileiro que argentino. Espanhol até agora é a lingua que menos ouço nas ruas por aqui. Caminhei alguns quarteirões nas imediaçoes do albergue hoje a tarde e o que se ouve é só português.. ou portunhol. Você logo identifica quando é um brasileiro tentando se comunicar em espanhol.

Onde estou hospedado

O albergue onde estou hospedado é o 06 Central Hostel. Muito bem localizado, próximo a estaçoes de metrô, ônibus.. e a 2 quadras da 9 de Julyo e do Obelisco. As fotos que estão no site realmente conferem com o que eu vi “in loco”. E a reserva que fiz pela Internet através do hostelworld.com não houve nenhum problema. Eu estava com receio de que esses albergues pudessem não ter um sistema confiável de reservas online. Mas funciona!

Onde cambiei moeda

E cambiar moeda no aeroporto é muito preju! É muito confiável e seguro, porém muito caro. A relação Peso Argentino x Real é de 1 pra 1,75. No aeroporto era de 1 pra 1,30. Aconselho futuros viajantes a trocar somente o necessário pra você pegar um ônibus, táxi, metrô e pagar o hotel. E depois com calma procurar alguma agência com taxas de câmbio mais atrativas. Foi o que fiz, troquei somente 150 reais.

Bom.. é isso!

Depois irei postar com fotos!

Seguro Viagem com 40% de desconto - Cupom de Desconto - Black Friday

Compartilhe este artigo!

Comentários

  1. Eeeeeeeee!! Adorei a idéia do Blog. Torço para que continue ainda depois de Buenos Aires até chegar na Europa.

    Ah… tbm uso esse site para fazer as reservas dos albergues e nunca tive problemas.

  2. Antônio Neto
    16 jan 2008

    Lemos,,,Lemos,,,Lemos…só você mesmo. Sair de BSB e chegar em Buenos Aires e pegar esse calor. Imagine se fosse Males Aires???? hihihi

    Você estava seguindo a mulher na bicileta? Lemos, o maníaco do parque argentino. hihihi

    Valeus Lemos; você é demais! Já pensou em ser jornalista nas horas vagas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *