Morro de São Paulo e Ilha de Boipeba: quantos dias ficar?

Minha dica é: fique pra sempre. hahaha… Bom, falando sério, três dias em Morro de São Paulo e dois dias na Ilha de Boipeba são suficientes pra conhecer bem as duas ilhas baianas. Para isso, é preciso programar com atenção a chegada ao local (leia as dicas de como chegar aqui nesse post) para não perder tanto tempo na estrada e inutilizar um dia inteiro. Chegar aos dois paraísos é uma verdadeira peregrinação (a menos que você encare pagar o voo de Salvador para Morro, que é bem caro). Então, não é uma viagem para um fim de semana apenas.

Morro de São Paulo

Morro tem caixas eletrônicos, o comércio aceita cartões, tem posto telefônico e dois policiais (que nunca têm trabalho). O sinal de celular ainda é ruim, mas, com fé, dá certo. Tem ótimos restaurantes e uma concorrência fortíssima de bares na Segunda Praia.

Segunda Praia | Morro de São Paulo

São cinco praias para visitar e a charmosa vila no centrinho. Nada é longe e, como já contei aqui no blog, os carros são proibidos nas duas ilhas. Em três dias, você consegue conhecer tudo e ainda fazer o passeio até a Vila de Gamboa, povoado vizinho a Morro.  As praias de Morro são:

Primeira Praia: mar mais nervoso e destino procurado por surfistas;

Segunda Praia: baladação. É nela que estão os principais bares e é também onde acontecem os luais. Hospedar na segunda praia é uma boa para quem não se importa com barulho;

Terceira Praia: mais calma e excelente opção para quem gosta de sossego na hospedagem apesar de estar a um pulo da agitação;

Quarta Praia: um pouquinho mais distante, é uma das mais belas e maiores. Uma barreira de corais forma inúmeras piscinas naturais. Ótima para banho e para quem procura a tranquilidade;

Praia do Encanto ou Quinta Praia: a caminhada é maior e não chegamos até lá, mas a praia vai até a divisa do rio que separa a ilha de Tinharé (onde fica Morro de São Paulo) da ilha de Boipeba.

Terceira Praia | Morro de São Paulo

Além das praias e de Gamboa, o turista pode fazer a tirolesa, que tem 340 metros do Farol até a Primeira Praia, e assistir o por do sol em um dos bares da vila ou na Toca do Morcego (que só abre na temporada). A temporada de morro também considera o agosto e setembro, quando muitos turistas europeus chegam à região. Os preços, é claro, ficam pela hora da morte nessa época.

O passeio de Volta à Ilha é que leva o turista de Morro para Boipeba. Ele dura o dia todo com parada em Boipeba para o almoço. E se você optar por passar os dois dias na segunda ilha, pode descer suas malinhas e fazer a metade do passeio apenas. A segunda parte do passeio é feita quase que toda pelo rio do Inferno, que se encontra com o oceano.

Morro de São Paulo | Passeio Volta à Ilha

Onde ficar

Como já contei aqui no blog, tudo é perto em Morro. Tem pousadas no centro e em todas as praias. Escolhemos a Terceira Praia por ficar muito perto da badalação e por oferecer tranquilidade à noite. Reservei a Pousada Borboleta pelo Booking e pagamos R$ 115 pela diária. Super recomendo o local. Simples, café da manhã gostoso, limpinha e localizada nas ruas do fundo (pertinho de uma reserva ecológica).

Morro de São Paulo | Pousada Borboleta

Há pousada para todo bolso. Em uma pesquisa rápida de balcão, encontramos valores entre R$ 70 e R$ 450 a diária. A hospedagem no centro é, geralmente, mais barata e com pousadas bem mais simples. Só lembrando que esse valor foi cobrado em maio. No Réveillon, por exemplo, uma amiga achou diária com 900% de aumento.

Ilha de Boipeba

A Ilha de Boipeba tem apenas 20 quilômetros de extensão e oito praias. Se tiver com preparo, dá pra arriscar fazer tudo caminhando e com uma parada para almoçar no Restaurante do Guido. O duro é continuar o trajeto após se deliciar com a lagosta mais famosa da região. Mas a dica é voltar para a vila no trator que circula pela região para levar estudantes até a escola. Tem as charretes e passeios a cavalo também. Só escolher.

Praia Boca da Barra | Ilha de Boipeba

Diferente de Morro de São Paulo, Boipeba é só calmaria. Vá preparado. Não há caixas eletrônicos, pouquíssimos são os locais que aceitam cartão e o sinal de celular é quase inexistente (na porta da igrejinha funciona melhor #ficaadica).

Boipeba é destino de descanso, de contemplar a natureza, o mar belíssimo e conhecer alguns dos dois mil moradores da pacata ilha. Tomar um drink na barraca do Patuá (Boca da Barra), passear pelo shopping (galeria), comer um sanduíche preparado de forma especial no Sandubas, comer uma tapioca na praça da igreja.

Praia Boca da Barra: é o cartão postal da ilha. Boa para banho e para esperar o por do sol.

Tassimirim: mar lindo e calmo, boa para mergulho;

Moreré: extensa praia para uma caminhada deliciosa, classificada por guias turísticos como uma das praias mais lindas do Brasil;

Outeiro: areia clarinha;

Cueira: quase deserta, a praia é o ponto de desembarque para quem faz o passeio Volta à Ilha. É onde estão os restaurantes que oferecem lagosta;

Cueira | Ilha de Boipeba

Bainema: praia deserta e que fica em uma fazenda de coqueiros;

Ponta dos Castelhanos: ideal para a prática de mergulho. Ficou famosa depois dos boates de que teria sido comprada pela cantora Ivete Sangalo;

Praia da Cova da Onça: tem mar, rio e a Mata Atlântica. É praticamente deserta.

Onde ficar

Ficamos hospedados na charmosa Casa Mestiça, na praia Boca da Barra. A pousada fica no meio da Mata Atlântica e recebemos carinho especial do casal de franceses (Didi e Marie) durante nossa estadia. O detalhe aqui é que o casal voltou para a França. Então é preciso confirmar se a pousada já foi arrendada por outras pessoas. Pagamos R$ 120 pela diária.

Outra dica de pousada é a Santa Clara. Fica na mesma praia e tem estrutura muito parecida. O preço é praticamente o mesmo. Para quem busca mais luxo, a Casa Bobô é uma ótima. Na mesma praia é possível encontrar pousadas mais baratas e também no centro da vila, conhecido como Velha Boipeba.

No mais, boa viagem!

Roberta Luiza é jornalista, nossa amiga e companheira em várias viagens. Viajou à Bahia por conta própria e colaborou gentilmente com o Across the Universe. 

Zarpo Viagens | Aguas Termais

Compartilhe este artigo!

Comentários

  1. Luciana
    02 dez 2015

    Olá, bom dia!

    Ao ler o post vi que você foi para morro de são Paulo no mês de maio. vou tirar férias em maio de 2016 e gostaria de ir para lá…. mas li em algum lugar que em maio chove muito e como vou com criança, seria meio ruim assim…..
    como foi sua experiência? Gostaria de me organizar melhor.
    Choveu, ficou nublado, fez sol?

    Desde já agradeço.
    Luciana

    • Roberta Luiza
      02 dez 2015

      Oi, Luciana!
      Eu fui no finalzinho de maio. Teve um dia bem chuvoso. Nos outros, parte com sol e às vezes nublado. Mas não considero que isso atrapalhou meu passeio. A vila está toda com calçamento, o que facilita a circulação mesmo com chuvinha. Não vai ser aquele Solzão, mas ainda assim, acho que vale muito a pena. Aproveite um dia para o passeio na Ilha de Boipeba.
      Boas férias e obrigada pelo contato.

  2. Rafael Cherene
    08 jun 2016

    Olá bom dia,

    Vou passar uns dias em morro e em boipeba. Em que ordem você aconselharia eu ir, primeiro para morro depois para boipeba ou ao contrário?

    Obrigado e parabéns

    • Roberta Luiza
      08 jun 2016

      Olá, Rafael.
      Veja bem, se você vai agora, fora de temporada, escolha ficar em Boipeba nos dias de semana. Porque? Porque lá é beeeem tranquilo em qualquer dia. E deixe Morro para o fim de semana, quando terá um pouco mais de “agito” nesses meses fora da temporada.
      Se sua viagem é só na alta temporada, é indiferente.
      Outra coisa a se observar: Vai direto de Salvador por mar? Então vá para Morro e depois Boipeba.
      Se seu deslocamento será terrestre, indo por Valença, também não faz diferença porque tem lanchas saindo de Valença direto para os dois destinos. Se tiver mais alguma dúvida, estamos à disposição. Obrigada pela visita e boa viagem!

  3. Bete
    23 jun 2016

    Olá! Adorei seu post. Parabéns! Muito difícil achar material decente sobre essa região da Bahia, Boipeba e Morro de SP. Estou em dúvida, sobre onde ficar. Dividi minha estadia em 04 dias Boipeba (acho que vou ficar na Casa Mestiça ou uma GuestHouse na vila, 03 e dias em Morro SP, ainda não me decidi onde e 01 dia apenas em Salvador. Somos um casal com dois garotos de 10 e 14 anos. O que vc sugere? Velha Boipeba, Morerê ou Boca da Barra?

    • Roberta Luiza
      23 jun 2016

      Olá, Bete!
      Que bom que o relato te ajudou. Também senti a mesma dificuldade quando fui à região, em 2013.
      Em Boipeba, sugiro que fiquem na Boca da Barra. É a praia mais movimentada e ótima para banho. É pertinho da Vila e da galeria de artesanatos. Mas tudo é muito perto. Fizemos uma caminhada de 12 km de forma super tranquila com inúmeras paradas nas outras praias, incluindo Moreré, onde você pode almoçar uma lagosta maravilhosa no restaurante do Guido.
      A Casa Mestiça é fantástica, mas tem uma escada bem íngreme para o acesso. Nada muito difícil, mas é bom alertar. A Santa Clara é tão boa quanto, é mais pertinho da praia. As duas ficam no meio da mata e é uma paz sem igual.

      Em Morro de SP, vale a mesma orientação: é tudo muito perto. Prefira 2ª ou 3ª praia. Se quiser hospedagem ainda mais barata, pode optar pela vila de Morro.

      Morro tem mais atrativos e passeios para os seus filhos. Boipeba é mais calmaria mesmo e excelente para relaxar de verdade em contato com a natureza.

      Aproveite a viagem!
      Obrigada pela visita no blog 🙂

  4. Cecilia
    14 set 2016

    Olá, adorei as dicas, parabéns pelo blog! Quero passar a lua de mel o ano que vem e ficarei hospedada em salvador, portanto gostaria da sua opinião. Vale a pena ir a Morro de São Paulo e a Ilha de Itaparica em passeio de 1 dia? Obrigada. 🙂

    • Roberta Luiza
      14 set 2016

      Olá, Cecilia. Nós que agradecemos a visita no blog.
      Itaparica é possível o bate e volta sim. Não fiz esse passeio, mas por tudo que já li é bem possível.
      Morro de SP não dá. Fica muito corrido e os deslocamentos são mais distantes.
      Mas sugiro que você encaixe Morro na sua lua de mel. Não vai se arrepender. As praias são lindas e merecem pelo menos dois dias inteiros.
      Veja os horários de deslocamentos e se programe 🙂

  5. Patrie
    09 jul 2017

    OLa, meu nome é Patrice e vou para Salvador em setembro e ficar 8 dias la…. Gostaria de saber se teria como eu ir direto do aeroporto para Boipeba e depois ir de Boipeba para Morro de Sao Paulo? Meu voo de volta sai as 19 horas, gostaria de saber tambem se voce acha se posso sair de Morro de Sp cedo e ir direto p o Aeroporto de Salvador, ou é arriscado? deveria ir um dia antes para Salvador? Obrigada

    • Roberta Luiza
      13 jul 2017

      Olá, Patrice! Você vai amar o destino.
      Tem como ir direto a Boipeba sim.
      Aqui nesse link explica bem como é:
      http://www.boipebatur.com.br/ilha-de-boipeba/como-chegar/de-salvador-p-boipeba
      Tenho duas empresas para te indicar:
      A Cassi faz traslados
      http://cassiturismo.com.br/
      E a Inovatur também
      http://inovaturagencia.com.br/

      Eu fiz tudo por conta própria.
      Táxi do Aero até o Terminal de São Joaquim
      Ferry Boat até o terminal Bom Despacho, na Ilha de Itaparica
      Táxi ou ônibus até Valença. Se for de táxi, indico o Thiago (71 98748 2050)
      Lancha rápida até Boipeba.

      De Boipeba para Morro, você vai de lancha rápida e combina lá na ilha mesmo.
      Sobre o horário para ir embora de Morro, fique tranquila. É tempo suficiente. Na última viagem a Morro, saímos de lá 12h no traslado da Inovatur e às 17h estávamos no Aero.
      A opção mais rápida e sem o pinga pinga é o Catamarã. Eu prefiro o outro caminho porque sempre passo mal no Catamarã. Mas é ótimo pq é um transporte único até Salvador. São cerca de 2h40 pelo mar até o terminal marítimo. De lá, você pega apenas o táxi até o Aero.
      Os preço, tanto direto de Catamarã, quanto de traslado fretado, são parecidos. Cerca de 115 reais. No entanto, no traslado você economiza o táxi de Salvador.
      Espero que faça uma boa viagem. Setembro é uma época ótima para estar na região. Também estarei lá novamente bem no início de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *